Eleições de 2018 já
têm calendário oficial

As eleições de 2018 já têm calendário oficial. O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) aprovou nesta segunda-feira (18) as datas para o pleito do próximo ano. O dia 7 de abril é o marco inicial da disputa, quando governadores, presidente da República e prefeitos precisam deixar o mandato, caso queiram concorrer a outro cargo.

Eleitores de todo Brasil têm até 9 de maio para regularizar seu título e fazer atualizações no cadastro. Depois, em 18 de junho, a Justiça Eleitoral divulga o valor do Fundo Especial de Financiamento de Campanha – uma novidade.

As convenções partidárias devem ser feitas entre 20 de julho e 5 de agosto. São nelas que os partidos escolhem suas coligações e candidatos. Depois disso, as legendas têm até 15 de agosto para realizarem os registros das candidaturas.

A propaganda eleitoral começa no dia 16 de agosto. A partir de 2 de outubro, nenhum eleitor pode ser preso, salvo em flagrante. O primeiro turno ocorrerá no dia 7 de outubro e o segundo, dia 28 de outubro.

Voto impresso

A definição sobre como será a adoção do voto impresso ficou para março do ano que vem. A ideia é que 30 mil das cerca de 500 mil urnas eletrônicas recebam o dispositivo. Para o deputado Victor Mendes (PSD-MA), que votou a favor do voto impresso na Câmara dos Deputados, o TSE precisa anunciar essas normas para que candidatos e partidos possam saber como acompanhar a apuração impressa, se necessária.

Cadastre-se

Gostou deste conteúdo? Faça um comentário!

avatar
Fechar Menu