Agronegócio alavanca economia no Maranhão e no Brasil

O modelo de agronegócio brasileiro apresentou resultados extraordinários nas últimas duas décadas.

De 1995 a 2015, de acordo com a Fundação Getúlio Vargas, a produção agropecuária cresceu 5,4% ao ano. Na indústria, esse índice apresentou queda de 0,8%. No Maranhão, o quadro se repete, com avanço de, em média, 9% de crescimento anual.

Saber o que é gestão de agronegócio é um dos sucessos do modelo brasileiro. Cada vez mais, cursos de capacitação voltados ao campo são ofertados a produtores rurais. Outro fator importante é saber como investir em agronegócio.

Conhecer o tipo de solo, as estações de chuva na região e, principalmente, os cuidados com o solo fazem toda diferença entre o sucesso e o fracasso.

A FGV avaliou que o agronegócio é o único setor da economia nacional que segue o modelo de negócios com base no aumento da produção. O fomento ao setor agropecuário, promovido pelo setor público, também contribui para índices tão positivos relacionados ao Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil.

Assim como no Brasil, o setor agropecuário do Maranhão é peça fundamental na economia do Estado. Nos últimos anos, o setor cresceu em média 9% ao ano, sendo o segundo Estado do Nordeste no ranking do Ministério da Agricultura.

Tamanho sucesso se deu também por parcerias entre o poder público e os agricultores. Só em 2017, o deputado federal Victor Mendes (PSD-MA) destinou mais de R$ 3 milhões para fomento da agricultura maranhense. Para ele, a agricultura é uma grande fonte de renda e também alimentos para toda população.

Cadastre-se

Gostou deste conteúdo? Faça um comentário!

avatar
Fechar Menu